Talvez o maior medo do ser humano seja a sua maior motivação para fazer acontecer

A Fundação INATEL volta a dar força, espaço e lugar à música tradicional portuguesa, mas desta vez abre também caminho à world music. O Ciclo Mundos dá o mote para a 18ª edição do Festival Músicas do Mundo com apresentação oficial no Parque de Jogos 1º de Maio e concertos no Teatro da Trindade INATEL. 

Foi ao pôr-do-sol, num ambiente intimista, tradicional e alentejano, que a Fundação INATEL e a Câmara Municipal de Sines iniciaram o Ciclo Mundos.

Um final de tarde ao som de vozes e guitarras portuguesas e com inesperadas, mas gratificantes, surpresas. 

Gisela João e Ana Tijoux juntaram-se a António Chainho, Sebastião Antunes e ao Grupo Coral Alentejano. Quando ninguém esperava a fadista Gisela João acompanhou a guitarra de Chainho, e Ana Tijoux fez o aquecimento do concerto com um tema inédito acompanhada apenas de uma guitarra. Foi a certeza de que o Ciclo Mundos faz sentido; foi sublime, de ficar num tempo e espaço único e intransponível. 

Francisco Madelino, Presidente da Fundação INATEL; Nuno Mascarenhas, Presidente da Câmara Municipal de Sines, e Carlos Seixas, diretor criativo do Festival Músicas do Mundo, deram, uma vez mais, a conhecer o propósito desta união entre entidades e revelaram, pela primeira vez, o vídeo oficial da 18ª edição do festival de Sines. 

Depois do pôr-do-sol, a noite começou com a eletrónica dos dinamarqueses Den Sorte Skole, mas foi com Ana Tijoux que o Teatro da Trindade INATEL ganhou uma nova dimensão. Durante uma hora e meia o público viajou até à cultura chilena, foram «Antipatriacas», gritaram e dançaram «Liberdad» e nem Ana Tijoux «Saca la Voz» a quem se deixou levar pela música dela. 

Os próximos concertos Ciclo Mundos já estão agendados para os dias 15 e 21 de julho, com James Blood Ulmer e Ester Rada no Teatro da Trindade INATEL. Agosto conta com Canzoniere Grecanico Salentino, no dia 4 de agosto; Jambinai dia 11, Sissoko Segal dia 18 e Songhoy Blues no dia 25 agosto. 

Imprimir
Partilhar