TMIE: No limiar do Mundo Exterior
16 junho | M6
sexta 20:45
 

Uma ópera-solo de Carlos Alberto Augusto

Uma deusa —Selene— que vagueia pelos céus num carro de prata puxado por dois cavalos. Uma mulher —Mesedjer— que tem o nome daquilo que já teve, perdeu e depois recuperou. Um filósofo —Empédocles— que medeia o conflito entre estas duas mulheres.

A “história” de TMIE é a história, verdadeira, de Henrietta Leavitt, talvez a primeira astrónoma, que contava estrelas no Observatório de Harvard e que, no decorrer dessa sua experiência, veio a desenvolver as ferramentas que ajudaram Hubble a formular mais tarde os princípios que resultaram no conceito da constante que tem o seu nome. Que permitiu esta coisa intrigante que é medir o Universo. Henrietta sofria de surdez, mas “ouviu” o universo tinha para lhe dizer.

TMIE é ainda a história, também verdadeira, de Beverly Biderman, a Canadiana, que sofreu uma surdez progressiva e se submeteu a uma operação de implante coclear aos 46, que a fez recuperar a audição e o prazer de ouvir música.

TMIE é a palavra do filósofo pré-socrático Empédocles, a quem devemos a primeira teoria sobre a audição. É o filósofo que nos explica o que é isto de ouvir e do ouvido definir “o limiar do mundo externo”.
____________

Ficha artística
Dramatis personae — Selene, Mesedjer, Empédocles
Conceito, Música e libreto – Carlos Alberto Augusto
Soprano – Marina Pacheco
Figurino, conceção visual — Luís Filipe Cunha

____________

Sobre o Festival Sounds Like Fest
A Ópera sobre a surdez insere-se no conjunto de iniciativas de sensibilização para a problemática da deficiência auditiva que o Festival Inclusivo Sounds Like Fest pretende levar até ao público.
O principal objetivo do Festival Sounds Like , é consciencializar a população para a necessidade de integração e inclusão social da pessoa com deficiência auditiva, através da promoção de um evento totalmente inclusivo, com um cariz simultaneamente de entretenimento e de sensibilização. A iniciativa irá contar com tradução para língua gestual portuguesa, sistema de apoio à escuta “anel magnético” e audiodescrição.
Este ano o evento terá um forte cariz solidário, com a criação de um fundo de solidariedade social, em conjunto com a Fundação Coração Delta, para o qual reverterá a totalidade da receita angariada.
A organização compromete-se a democratizar o acesso à comunicação e informação das pessoas com deficiência auditiva, utilizando a verba angariada para equipar com o sistema universal de apoio à escuta “anel magnético”, teatros, auditórios e cinemas a nível nacional, bem como escolas frequentadas por alunos com deficiência auditiva.

____________
 
INFORMAÇÕES ADICIONAIS
Espetáculo inclusivo com tradução de Língua Gestual Portuguesa (LGP) e audiodescrição: para reservar lugares com acesso a tradução para LGP deverá contactar ou dirigir-se à bilheteira do Teatro da Trindade INATEL
tel:. 213 423 200
trindade.bilheteira@inatel.pt

PREÇO: 5€
A totalidade do valor do bilhete reverte a favor de um fundo de solidariedade social, destinado a equipar salas de espetáculo e auditórios com o sistema de anel magnético.