Prémio Miguel Rovisco
O Teatro da Trindade INATEL pretende, com o PRÉMIO MIGUEL ROVISCO – Novos Textos Teatrais, estimular novos autores para a escrita de textos originais em língua portuguesa promovendo e divulgando novos valores literários na área do Teatro.


O presente prémio rege-se pelo seguinte regulamento:

1.     O PRÉMIO MIGUEL ROVISCO - Novos Textos Teatrais realiza-se na presente edição com a atribuição de um único prémio, no valor de monetário de 2.500.00€
   1.1.  Não serão atribuídos prémios ex aequo.

2.     As candidaturas apresentadas serão avaliadas por um Júri nomeado pela Direção do Teatro da Trindade INATEL e composto por três (3) membros.
   2.1.  Os critérios para atribuição do Prémio são da inteira responsabilidade do Júri, reservando-se a este, o direito de não o atribuir.
   2.2.  Das decisões do Júri não haverá recurso.

3.     O Prémio, uma vez atribuído, será comunicado nos sites da Fundação INATEL e do Teatro da Trindade INATEL, e apresentado publicamente na Conferência de Imprensa de apresentação da Temporada 2019-2020 do Teatro da Trindade (junho 2019)
   3.1.  Apenas o premiado será notificado.

4.     A obra premiada será publicada em 1ª Edição pelo Teatro da Trindade INATEL bem como levada à cena na Sala Estúdio do Teatro da Trindade, na Temporada de 2019/ 2020, em data a definir pela Direção do Teatro da Trindade.

5.     Podem concorrer autores de qualquer nacionalidade, desde que os trabalhos sejam redigidos em língua portuguesa.

6.     O prazo de entrega dos textos decorrerá entre o dia 1 dezembro 2018 e 31 janeiro 2019.

7.     Os trabalhos apresentados terão de ser inéditos, podendo tratar-se de textos individuais ou em coautoria, não podendo, até à decisão do Júri do Concurso, ser levados ao conhecimento do público sob quaisquer formas (Encenação, Edição, etc.).

8.     Os originais a concurso podem ser de qualquer género teatral e de tema livre e adequados à sua eventual apresentação na Sala Estúdio do Teatro da Trindade (Black Box, 48m2, 50 lugares).

9.     Os textos a concurso deverão ser enviados num envelope fechado com a indicação no exterior do respetivo pseudónimo e nome da peça. No interior, num segundo envelope fechado, deverá constar a identificação do autor (nome, morada e contacto telefónico).
   9.1.  As obras deverão ser enviadas via CTT para o Teatro da Trindade, sito no Largo da Trindade nº7 A, 1200-466 Lisboa, ou entregues p.m.p.
   9.2.  Cada pseudónimo deve corresponder a uma só obra. Várias obras de um mesmo autor devem corresponder a pseudónimos diferentes.
   9.3.  Cada autor deverá apresentar três (3) exemplares da obra, assinados com pseudónimo e datilografados com formatação específica: em formato A4, com tipo de letra Arial (12), espaçamento de 1,5 entre linhas, encadernação em argolas ou prensagem a quente e devidamente numerados.

10.  Apenas o Teatro da Trindade terá acesso aos dados acima referidos.

11.  Serão excluídas todas as candidaturas que não preencham os requisitos solicitados nos pontos anteriores, comprometendo-se os autores a concordar com as condições apresentadas neste regulamento.

12.  Os originais não reclamados no prazo de 30 dias após a data da divulgação dos prémios serão inutilizados a fim de se preservar a característica da sua obra inédita.

13.  Os casos omissos neste regulamento serão apreciados e decididos pelo Conselho de Administração da Fundação INATEL e da sua decisão não haverá recurso.
______
Para mais informações contactar:
teatro.trindade@inatel.pt
211 155 730