Ajudar 2018
O período de apresentação de candidaturas decorre até dia 14 de outubro, por meio da aceitação dos termos do respetivo regulamento (em anexo) e do preenchimento do formulário eletrónico, disponível através da seguinte ligação:

Formulário de candidatura


Ajudar 2018 é uma iniciativa promovida e organizada pela Fundação INATEL, com o objetivo de valorizar e reconhecer publicamente o trabalho desenvolvido por entidades individuais e coletivas, nos domínios do apoio e da intervenção social (formal ou informal), e do voluntariado, destacando-se os seus contributos relevantes para o bem-estar e para a coesão social, em beneficio de cidadãos e/ou comunidades.
 
Para além da projeção e do reconhecimento público, este projeto concretiza-se mediante a atribuição de um prémio às melhores candidaturas, refletindo o compromisso da Fundação INATEL em promover os valores da solidariedade e da responsabilidade social; e promovendo a desejada maior visibilidade e expressão ao trabalho desenvolvido pela sociedade civil nesta vertente de intervenção.
 
A apresentação de candidaturas ao Ajudar 2018 pode ser realizada em nome próprio ou por entidades que pretendem ver reconhecida a atuação de outra(s) pessoa(s) ou entidade(s), considerando as seguintes tipologias:
  • Valorização do trabalho desenvolvido por cidadãos (entidades individuais);
  • Valorização do trabalho desenvolvido por entidades coletivas (associações, empresas e organizações com fins não lucrativos);
  • Valorização do trabalho desenvolvido na área do voluntariado, por entidades individuais ou coletivas.
 
Na apreciação das candidaturas será aferida a adequação da atividade desenvolvida pelas entidades candidatas, nos domínios do apoio e da intervenção social formal ou informal, e do voluntariado, tendo em conta os seguintes critérios:
  • Tipo de atuação / atividade desenvolvida;
  • Número de pessoas beneficiadas;
  • Ordem cronológica de receção de candidaturas;
  • Avaliação do impacto económico, social e ambiental do trabalho desenvolvido (se aplicável e possível).
Mais informações
t. 210 027 142
inatel.social@inatel.pt